Quem somos

A Companhia da Luz é uma das principais empresas de iluminação cênica do país. Trabalhamos com locação de equipamentos de iluminação cênica e somos especializados na criação e execução de projetos de iluminação cênica para shows e turnês nacionais e internacionais; festivais e concertos ao ar livre; espetáculos teatrais; espetáculos de dança; balés; óperas; eventos corporativos; eventos de pequeno porte; eventos esportivos; desfiles de moda; programas de televisão; cinema; entre outros.
 
Mantemos uma equipe fixa de mais de 80 profissionais bem treinados, incluindo engenharia e técnicos versados em áreas estratégicas.  Nosso staff é qualificado a prestar serviços que vão desde uma simples consultoria até a concepção e execução completa de qualquer empreendimento de iluminação cênica – de forma ágil, econômica, versátil e criativa.
 
Fundada em 1985 pelo conceituado iluminador Juarez Farinon, num cenário ainda carente de equipamentos, serviços confiáveis e pessoal qualificado em iluminação cênica, a Companhia da Luz veio para suprir tais falhas. Com muito trabalho incessante e apaixonado, cresceu gradualmente, ganhou sólida experiência e know-how cujos frutos são notórios no mercado: credibilidade, o respeito e a confiança dos clientes, dos parceiros e das grandes marcas fornecedoras de equipamentos de iluminação cênica. Hoje em dia, Juarez conta com os filhos Arthur e Gabriel Farinon, também conceituados iluminadores, na direção da empresa.  
 
Nesses mais de 30 anos de operações, um dos maiores trunfos da Companhia da Luz está no fato de ter se tornado numa das mais sólidas empresas do ramo de iluminação cênica do Brasil.
 
A empresa tem sede própria no Rio de Janeiro, com área para estocagem de equipamentos, laboratórios de manutenção, escritórios, estúdio para criação de projetos luminotécnicos, dormitório, refeitório, e frota própria de veículos para o transporte dos equipamentos por todo o Brasil.

Mostrar Mais

Juarez Farinon - Sócio Fundador

O iluminador Juarez Farinon é natural de Porto Alegre onde iniciou sua carreira, e há mais de trinta anos escolheu o Rio como lar onde constituiu família. Em 1980, saiu em sua primeira turnê nacional como iluminador com Zé Ramalho e Amelinha. No ano seguinte, assinou a iluminação das turnês nacionais de Gilberto Gil, Pepeu Gomes e do Grupo Boca Livre. Em seguida, vieram Tim Maia e Djavan, com quem ainda trabalha.
 
Daí por diante, trabalhou por mais de uma década como o iluminador permanente do cantor e compositor Alceu Valença – no Brasil e no exterior – e de Elba Ramalho. Em seus mais de trinta anos de profissão trabalhou com Lulu Santos, Angélica, Simone, Wagner Tiso, Daúde, Fafá de Belém, Pedro Luiz e A Parede, Djavan, Geraldo Azevedo, RPM, Lenine e Vanessa da Matta. Desde 1999, Juarez acompanha o cantor Ney Matogrosso em turnês nacionais e internacionais, tendo assinado os projetos de luz para os espetáculos “Olhos de farol”, “Batuque”, “Canto em qualquer canto”, “Cartola”, "Vagabundo", “Inclassificáveis”, “Beijo bandido” e "Atento aos Sinais".
 
Juarez Farinon coordenou a iluminação de várias montagens estrangeiras em turnê pelo Brasil: Momix Dance Theatre e New York City Ballet (EUA), os Ballets Kirov e Boris Eifman (Rússia) o Béjart Ballet (Suiça), o Stomp (Reino Unido) bem como da companhia Joaquín Cortés Flamenco Ballet(Espanha).
 
Para a televisão, Juarez fez a direção de fotografia dos especiais de Roberto Carlos para a TV Globo (1993 e 1995), do “Criança Esperança” (1994 e 1995), e de programas musicais para o canal Multishow/Globosat (tributos a Tim Maia, Tom Jobim e Cazuza, e um especial sobre Flávio Venturini).
 
Entre os projetos para teatro, se destacam as montagens de “Não Fuja da Raia” e “Nas Raias da Loucura” com a atriz e bailarina Cláudia Raia, e “Hair” – dirigido por Jorge Fernando.
 
Como empresário, Juarez Farinon fundou a Oficina de Luz em 1980, da qual foi sócio até 1985 – ano em que criou a Companhia da Luz no Rio e posteriormente manteve filiais em Recife (1987 e 1988) e Salvador (1993 a 1995). Em pouco tempo, a nova empresa de iluminação cênica se tornou referência. Sobretudo no Rio, fechava cerca de 60% dos projetos de luz para shows de música popular, teatro, espetáculos de dança e de música erudita. Hoje, a Companhia da Luz é uma das principais fornecedoras de equipamentos adicionais, suporte local, logística e mão de obra para mega eventos nacionais e internacionais.
 
À frente de toda a empreitada, Juarez cria e coordena a execução de projetos de iluminação para espetáculos e eventos, bem como para programas de televisão. Sua vasta experiência prática em turnês, seu conhecimento empresarial do show business em todo o mundo, aliado aos seus quase 40 anos de excelentes serviços prestados, faz dele um dos maiores profissionais de iluminação atualmente no Brasil. 

Gabriel Farinon

img3152
img3153
img3154
img3165
img315
  • Facebook App Icon